Paulo Roberto em:
Greve da polícia militar continua na Bahia
 
Wagner Guimarães em:
Brumado: Engenheiro da Fiol e taxista morrem em acidente na BR-030
 
Joel Galvão em:
Wagner avalia greve da PM como 'eleitoreira'
 
Glécio em:
Brumado: Bandidos promovem onda de assaltos
 
 
 

 
10:00 | 30.Novembro.2013
 
Caculé: Vereador Edmílson Coutinho rebate acusações por envolvimento em licitações fraudulentas
 
Caculé: Vereador Edmílson Coutinho rebate acusações por envolvimento em licitações fraudulentas
Tubaína negou todas as acusações. (Foto: Aloísio Costa/Informe Cidade).
 

*O vereador Edmílson Coutinho dos Santos (PP), mais conhecido como Tubaína, responde processo por improbidade administrativa juntamente com o ex-prefeito de Caculé, João Aliomar Pereira Malheiros (PT), por suposto envolvimento em licitações fraudulentas. Tubaína foi apontado na sentença do juiz federal Felipe Bouzada Flores como beneficiário no esquema de fraude em licitações. O parlamentar enviou nota ao site Brumado Notícias da qual negou que tenha sido beneficiário do esquema. Segundo ele, a Papelaria Coutinho, de sua propriedade, está aberta deste o ano de 1994 e até 2005 era praticamente a única que atuava no município; por isso, teria vencido as licitações em questão. “Era a mais propensa e capacitada para participar de concorrências públicas, se comparada a outras empresas que atuavam no mesmo ramo de forma secundária. Podendo ofertar melhores preços, minha papelaria logrou vencer licitações não apenas em Caculé, mas também em Rio do Antônio e Guajeru”, disse Coutinho, que acusou terceiras pessoas de o estarem caluniando em razão do seu mandato atual de vereador, que, segundo ele, faz frente “aos desmandos existentes”. Sobre o processo que responde na justiça, o parlamentar lembrou que ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado da decisão condenatória. “Nunca fui condenado e, se vier a ser, não pouparei esforços para recorrer da decisão, posto que nunca atuei com desonestidade. Ao responder à Justiça, pus, à sua disposição, a minha vida fiscal e financeira. Com isso, permiti a quebra inclusive do meu sigilo bancário. Assim agi por nada temer em relação à minha atuação lícita”, reforçou Coutinho. Por fim, o vereador convidou a todos que o acusam a se apresentarem e colocarem suas vidas fiscal e financeira à disposição da consulta pública. “Vamos pôr tudo aos olhos do povo, que é quem elege os seus governantes; disponibilizemos também o histórico de nossas ligações telefônicas; façamos isso, em praça pública, para vermos quem realmente deve responder por atos de improbidade”, finalizou.

*A matéria foi retificada às 10h50. 

 
 
Tag(s): Caculé, Edmílson Coutinho dos Santos, Felipe Bouzada Flores Viana, Guajeru, João Aliomar Pereira Malheiros, Juiz Felipe Bouzada Flores Viana, Justiça Federal, Ministério Público Federal, MPF, Papelaria Coutinho, Rio do Antônio, , , Vereador Edmílson Coutinho dos Santos, Vereador Tubaína
 
() comentário(s)
 
 
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
 
Escrever comentário:
 
 * Nome:
 *E-mail (não será divulgado):
 Website:
 *Mensagem:
* Preenchimento obrigatório.
 
Voltar
 
 
18.Abril.2014 - Preço do pão deve aumentar a partir do próximo mês na Bahia
 
18.Abril.2014 - Brumado: Missa dos Enfermos é realizada no Hospital Professor Magalhães Neto
 
18.Abril.2014 - Ibope: Avaliação positiva do governo Dilma cai para 34%
 
18.Abril.2014 - Condeúba: Diego Prates levanta taça de Campeão Paranaense
 
18.Abril.2014 - Ibope: Dilma cai para 37%, mas seria reeleita no primeiro turno
 
17.Abril.2014 - Brumado: Jovem morre em acidente de moto
 
17.Abril.2014 - Brumado: Polícia Militar já realiza o patrulhamento após o fim da greve
 
17.Abril.2014 - Prefeitura de Brumado reformará a Praça dos Garis no Bairro São Félix
 
17.Abril.2014 - Greve da polícia militar da Bahia chega ao fim
 
17.Abril.2014 - Brumado: Madeireira Real e Lamesa se unem em super parceria
 
 
 
2014
  Abril (296)
  Março (436)
  Fevereiro (436)
  Janeiro (445)

 
 
 
 
 
 
 
Brumado Notícias © 2010-2014 - Todos os direitos reservados.

Fone: +55 (77) 3441-0922 / Cel: +55 (77) 9968-1705