Daniela Martins em:
Brumado: Crianças tomam banho em fonte luminosa na Praça Coronel Zeca Leite
 
Júnior em:
Taça da Copa chega ao Brasil e inicia tour por todas as capitais do país
 
Rose Santos em:
Brumado: Cadáver em decomposição é encontrado próximo a 18ª Ciretran
 
Márcio Roberto em:
Prisão de Prisco: Comandante geral da PM descarta possibilidade de nova greve
 
 
 

 
10:00 | 30.Novembro.2013
 
Caculé: Vereador Edmílson Coutinho rebate acusações por envolvimento em licitações fraudulentas
 
Caculé: Vereador Edmílson Coutinho rebate acusações por envolvimento em licitações fraudulentas
Tubaína negou todas as acusações. (Foto: Aloísio Costa/Informe Cidade).
 

*O vereador Edmílson Coutinho dos Santos (PP), mais conhecido como Tubaína, responde processo por improbidade administrativa juntamente com o ex-prefeito de Caculé, João Aliomar Pereira Malheiros (PT), por suposto envolvimento em licitações fraudulentas. Tubaína foi apontado na sentença do juiz federal Felipe Bouzada Flores como beneficiário no esquema de fraude em licitações. O parlamentar enviou nota ao site Brumado Notícias da qual negou que tenha sido beneficiário do esquema. Segundo ele, a Papelaria Coutinho, de sua propriedade, está aberta deste o ano de 1994 e até 2005 era praticamente a única que atuava no município; por isso, teria vencido as licitações em questão. “Era a mais propensa e capacitada para participar de concorrências públicas, se comparada a outras empresas que atuavam no mesmo ramo de forma secundária. Podendo ofertar melhores preços, minha papelaria logrou vencer licitações não apenas em Caculé, mas também em Rio do Antônio e Guajeru”, disse Coutinho, que acusou terceiras pessoas de o estarem caluniando em razão do seu mandato atual de vereador, que, segundo ele, faz frente “aos desmandos existentes”. Sobre o processo que responde na justiça, o parlamentar lembrou que ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado da decisão condenatória. “Nunca fui condenado e, se vier a ser, não pouparei esforços para recorrer da decisão, posto que nunca atuei com desonestidade. Ao responder à Justiça, pus, à sua disposição, a minha vida fiscal e financeira. Com isso, permiti a quebra inclusive do meu sigilo bancário. Assim agi por nada temer em relação à minha atuação lícita”, reforçou Coutinho. Por fim, o vereador convidou a todos que o acusam a se apresentarem e colocarem suas vidas fiscal e financeira à disposição da consulta pública. “Vamos pôr tudo aos olhos do povo, que é quem elege os seus governantes; disponibilizemos também o histórico de nossas ligações telefônicas; façamos isso, em praça pública, para vermos quem realmente deve responder por atos de improbidade”, finalizou.

*A matéria foi retificada às 10h50. 

 
 
() comentário(s)
 
 
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
 
Escrever comentário:
 
 * Nome:
 *E-mail (não será divulgado):
 Website:
 *Mensagem:
* Preenchimento obrigatório.
 
Voltar
 
 
23.Abril.2014 - Brumado: Quatro carros se envolvem em engavetamento na Avenida Centenário
 
23.Abril.2014 - Brumado: Engenheiros, carpinteiros e pedreiros do CDP foram transferidos para outras cidades
 
23.Abril.2014 - Brumado: Polícia detém homem com faca sob acusação de estupro
 
23.Abril.2014 - Falta pouco para a ExpoBrumado 2014
 
23.Abril.2014 - Brumado: Trânsito sem educação e carente de sinalização
 
23.Abril.2014 - Forró do Sítio Novo será realizado no dia 14 de junho
 
23.Abril.2014 - Guanambi: Entregador de gás improvisa cobertura contra o calor de 40°C
 
23.Abril.2014 - Senado aprova Marco Civil da Internet e Dilma sanciona a lei
 
23.Abril.2014 - Brumado: Reinauguração da loja Atecmaq será nesta quinta-feira (24)
 
23.Abril.2014 - Presidente do PV brumadense e família sofrem acidente na BR-324
 
 
 
2014
  Abril (366)
  Março (436)
  Fevereiro (436)
  Janeiro (445)

 
 
 
 
 
 
 
Brumado Notícias © 2010-2014 - Todos os direitos reservados.

Fone: +55 (77) 3441-0922 / Cel: +55 (77) 9968-1705